Professora vai ao médico fazer exames e descobre algo perturbador em seu pulmão: “Camisinha”

Professora vai ao médico fazer exames e descobre algo perturbador em seu pulmão: “Camisinha”

Um caso bastante incomum vem gerando uma enorme repercussão nas redes sociais, deixando, até mesmo, os médicos profissionais curiosos com o fato. Uma funcionária, que possui cerca de 27 anos de idade, deu entrada em uma Unidade de Saúde pensando que estava com uma doença bastante grave. Contudo, após chegar até o local, ela descobriu que estava enganada, possuindo uma surpresa pra lá de inusitada.

A jovem não esperava que fosse encontrar uma camisinha, que estava alojada em seu pulmão. De acordo com a professora, durante as relações sexuais com seu marido, ela acabou inalando a camisinha de forma acidental, não imaginando que isso poderia lhe ocasionar tantos problemas.

Advertisement
Advertisement

Os sintomas sentidos pela paciente se assemelhavam bastante com a tuberculose ou algo respiratório. A moça chegou a apresentar febre, tosse e acúmulo de muco. Após sentir tais sintomas, rapidamente, a jovem tomou a decisão de se locomover até o hospital. Contudo, ela foi diagnosticada apenas com remédio para tuberculose, com isso não contendo seus sintomas.

Após o total de quatro meses tomando medicamentos e os sintomas permanecendo, a professora decidiu ir novamente ao hospital, se submetendo a um raio-x, onde descobriram que o caso, na verdade, não se tratava de uma tuberculose.

Advertisement
Os sintomas haviam aparecido por conta da lesão pulmonar que a jovem havia sofrido, provocada por conta da inalação do preservativo. A camisinha foi constada após a realização de uma vistoria completa. De antemão, os profissionais de saúde pensavam que seria uma bolsa invertida, identificando o preservativo apenas depois.

Relato

Os médicos profissionais ficaram curiosos para saber como o preservativo havia parado nos pulmões da jovem. A professora, então, decidiu explicar o que havia acontecido durante a relação sexual com seu marido.

“Eles [marido e mulher] podiam se lembrar que a camisinha se soltou durante o ato. “Naquela época, a senhora também teve um episódio de espirro ou tosse”, informou um dos profissionais de saúde responsáveis pelo caso.

Advertisement

 

Advertisement

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *