Homem chega no hospital reclamando de dor e médico encontra uma barata viva em seu corpo; “Ela foi comendo”

Homem chega no hospital reclamando de dor e médico encontra uma barata viva em seu corpo; “Ela foi comendo”

Um caso inusitado tomou conta das redes sociais e vem chocando os internautas, é bem verdade que um dos insetos mais odiados que existem é a barata e é ela que é a personagem principal desta história. Foi este inseto que deixou o jovem Xiao Li conhecido nas redes sociais, e fez o nome do rapaz se tornar viral.

Xiao Li, é morador da pequena Nanjing, cidade situada na província chinesa de Jiangsu, ele conta que acordou durante a noite sentindo fortes dores em sua cabeça e entrou em desespero. Por conta disso ele acabou decidindo ir até um hospital local.

Advertisement
Advertisement

O chinês foi atendido prontamente e foi neste momento que todos ficaram chocados, o médico que atendeu Xiao Li descobriu depois de alguns exames o porquê dele está sentindo dores no ouvido. Segundo o especialista, dentro do ouvido do jovem rapaz, havia uma barata viva e ela estava abrindo caminho até seu tímpano.

Na mesma hora Xiao Li foi tratado, o médico que o atendeu colocou uma substância líquida em seu ouvido e assim conseguiu retirar a barata de forma efetiva. O local acabou sendo limpo pelos especialistas e Xiao Li pode voltar para casa sem mais preocupações. Nas redes sociais o caso estranho acabou ganhando força e chocou a todos.

Advertisement

No Twitter os usuários ficaram assustados com o que aconteceu e ficaram sem crer. O médico que atendeu Xiao Li revelou ainda que este não é o primeiro caso que ele pega, segundo ele uma outra jovem chegou com o mesmo problema há algum tempo atrás. O médico alertou as pessoas para que não tentem resolver este problema sozinhos.

De acordo com o especialista, isso pode ser mais prejudicial que benéfico e é sempre bom alertar. Da última vez foi uma menina de 6 anos que teve o ouvido invadido por uma barata.

Advertisement

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *