5 coisas que os ginecologistas não falam, mas ‘odeiam’ em suas pacientes

5 coisas que os ginecologistas não falam, mas ‘odeiam’ em suas pacientes

Visitar um ginecologista é uma situação desconfortável para a maioria das mulheres. É uma consulta muito íntima, e às vezes até invasiva, em que a confiança no profissional de saúde da vanguarda deve ser total e absoluta.

Por outro lado, o médico também se encontra em uma posição desconfortável. Não importa quanta experiência ele tenha, sabendo que seu paciente está chateado, ele também não se sente satisfeito.

Advertisement
Advertisement

O ginecologista é um profissional que deve fazer parte da vida de toda mulher adulta. Graças às consultas de rotina, é possível detectar e prevenir vários problemas. Mas mesmo sendo uma consulta comum, algumas mulheres ainda cometem alguns erros ao consultar esse especialista. A seguir, vamos listar algumas das coisas que todo ginecologista realmente não gosta durante suas consultas.

Veja aqui quais são as cinco coisas que o ginecologista pensa, mas você nem imagina

Advertisement

1 – Depilação

Ao contrário do que as mulheres pensam, o médico não liga para o tipo de depilação que a paciente usa. Na verdade, ele não vai pensar nada de uma mulher com mais cabelo. Acredite em mim: ele viu todos os tipos, e outro não é novidade para ele.

Advertisement

2 – Não minta

O paciente nunca deve, sob nenhuma circunstância, mentir para um médico.Muitas mulheres se incomodam com uma resposta honesta e acabam mentindo para o ginecologista. Assim, o tratamento por ele indicado pode não surtir efeito.

Advertisement

3 – Número de parceiros

Outra dificuldade das mulheres é falar sobre suas relações sexuais e o número de parceiros que têm ou tiveram.

Advertisement

Esse problema também não afeta a vida do médico. Se ele faz essa pergunta, é porque precisa de informações para entender o quadro clínico.

4 – Eles querem que tudo dê certo

Advertisement

A primeira coisa que uma mulher precisa entender quando vai ao ginecologista é que o médico quer que tudo dê certo. Tratar um ginecologista como um inimigo não adianta nada.

Portanto, é importante entender que ele estar ali  para ajudar a encontrar soluções ou descobrir e combater qualquer problema.

Advertisement

5 – Deixe o paciente confortável

Acredite em mim: a maioria dos profissionais de saúde quer muito que os pacientes se sintam à vontade, e no consultório de ginecologia é ainda mais intenso. O médico sabe que essa situação é incômoda e constrangedora e fará de tudo para melhorar o clima com o paciente. Portanto, a mulher precisa cooperar, respondendo com honestidade e relatando qualquer questão que considere importante.

Advertisement

 

Advertisement

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *